quinta-feira, 22 de novembro de 2007

O Shampoo


Fazia quatro anos da última vez que a havia visto, depois disso nenhum contato. Fazia quatro anos, mas, mesmo não sendo tanto tempo assim, parecia que tinha sido um século.
Com certeza ela estava mudada e ele também.
Observou-a enquanto esta falava e percebeu que ainda restavam algumas manias antigas na fala da garota. Definitivamente ela não havia perdido seu encanto, porém ele sabia que as coisas estavam diferentes.
Sorriu por dentro, agora ele já podia falar com ela sem aquele incômodo frio na barriga e sem o nervosismo que o fazia suar as mãos toda vez que se aproximava um pouco mais.
Escutou-a falar até a hora da despedida. Até que, inesperadamente, a menina o abraçou. Tchau, Fernando. Seus cabelos foram transportados até perto do nariz deste.

O cheiro.
Tudo ao redor... E o cheiro, tão suave e tão imponente.

O reconhecimento.
Uma aproximação tímida há quatro anos, o vento, cabelos balançando e... O mesmo cheiro.

A menina se afastou e sorriu-lhe antes de se virar e partir. Fernando continuou paralisado, preso por um pensamento...

O pensamento.
Ela nunca trocou de shampoo.

Um sentimento.
Bastou-lhe um cheiro para esfriar sua barriga. O cheiro de uma adolescência. O cheiro de um amor verdadeiro.

PS.: Imagem retirada do site deviantart.com, assim como todas as outras xD, mas eu sempre esqueço de colocar o link, excusez-moi.

4 comentários:

gato de Schrödinger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gato de Schrödinger disse...

Adoro o seu blog, srta. secoelho, mas não posso deixar de notar certas características em comum com outros blogs e locais literários que não me agradam muito.

Bom, na verdade, nem sei explicar. Mas essa de drama psicológico que se passa na mente de alguém, se não for devida e profundamente explorado, torna-se lugar-comum. Bom, essa é a humilde opinião de um felino irrequieto, mas é o que tenho notado por aí e, visto que percebo nitidamente um potencial inigualável em vossa mercê, não posso deixar de fazer esta observação.

No mais, estou indo embora.

Júnior Borges (ou Borges Júnior) disse...

Ela devia dizer: "Loreal porque eu mereço."

Agora, outra pergunta: por que o mundo seguiu adiante?

Enzo disse...

O cheiro da lembranca é muito bom

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...