sábado, 3 de novembro de 2007

Rotação



Todo dia sento em uma parada e espero...

Se observo um ônibus passar no sentido oposto, me alegro. Pronto! Era o sinal de que precisava para me encher de esperanças... minha espera diária estava quase no fim!

Quando minha espera se encerra, não vejo, mas outra pessoa toma meu lugar. E quando um ônibus passa no sentido contrário talvez também se alegre. Sua espera já está quase no fim.

E quando esta segue, sem ninguém saber, outra pessoa toma seu lugar e outra e outra e outra...

Percebi, então, que não vivíamos de 24 em 24 horas.

Claro que não! Nesse momento, percebi que a nossa vida era composta de vários ciclos, não ciclos individuais, mas ciclos conjuntos, como uma brincadeira de roda sem mãos dadas... Percebi apenas o microcosmo da espera pelo Recanto dos Vinhais, e desse ciclo posso afimar: a vida se repete de 15 em 15 minutos.

(Ps.: É até um paradoxo uma imagem tão estática e um título tão estonteante)

5 comentários:

Enzo disse...

E aí Seana
seu post sobre ciclos foi original... apenas usamos as mesmas palavras...
Gostei do seu exemplo.

Júnior Borges (ou Borges Júnior) disse...

Eu ia te perguntar o porquê de "Rotação" lá em cima na página, mas acho que entedi já.
(:)

gato de Schrödinger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gato de Schrödinger disse...

Gostaria de deixar resgistrada apenas uma declaração:

Às vezes, a vida se repete de meia em meia hora!!!!

azeitonassuicidas disse...

Um dia entenderei esse seu fetiche por ônibus. Mas gostei dos textos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...