terça-feira, 18 de março de 2008

Meus sentidos

- Me abraça!

Algumas notas...

Leading me through all the way back home
Breaking with the self I was before
Now that time have changed
My memories are old, much too old

Sitting here, watching the river flow
If only you and I could say hello
Listening to the sound of silence
But you don't hear it anymore

Instintivamente aproximo meu nariz da tua nuca, o cheiro quente de shampoo e cabelo me envolvem... Sim, é bom se sentir assim.
Enterro meu nariz no travesseiro que dividimos como para me resguardar do mundo! Só o calor do cabelo, a percepção de uma respiração calma e a música ao fundo...

The flowing water takes my soul away
A last farewell with nothing more to say
But behind the rippling waves
I will become part of the river once again

So it's time for me to go back on my own
My new self joins the unity and keeps the river flow
This is not the right time
Our path will cross and we will meet again

Ergo minha cabeça e procuro repouso em teu peito...
Após algum tempo procuro os traços da tua face, enquanto tu reclamas que o meu queixo espeta tuas costelas. Volto à posição antiga e tento prestar atenção na voz que canta...

You should have told me that it got too rough
You asked for everything but maybe everything was not enough

Um movimento da tua mão me distrai novamente, tateio a procura dela.
Quando elas se entrelaçam, me perco novamente tentando entender a importância deste pequeno acontecimento...

Tua mão encobre a minha, e eu me sinto...
Sinto minha própria mão em todas as suas células e caracteres, como quem sente pela primeira vez o perfume que o acompanhou a vida toda, que sempre estivera ali.
Sinto-me menos... Menos estranha e deslocada. Sinto-me menor, com minha grande mão diminuída pela tua e me sinto delicada, entendo que o meu lado mais feminino desabrocha...

All divine and multicolored in many different ways
Enthralled to see the other side
I'm aware of all the beauty - from now on

Os meus medos me abandonam, aquieto-me após tentar ficar o mais próximo de ti, pra absorver teu calor, teu cheiro e para sentir-me...

All life reflected in the water, full of light
Moving gently far away
All this light will still surround me - from now on

...Feliz.

(PS.: A música utilizada no texto pertence a RPWL e se chama Everything Was Not enough)

7 comentários:

gato de Schrödinger disse...

Sinto a cena que li como se a tivesse vivido... sei lá, ontem. Parece brincadeira, né, mas é assim que os gatos são mesmos, perceptivos adiantados. Belíssimas música e retratação de um românticíssimo momento.

Ah, um amigo meu mandou dizer que te ama. Beijo, srta. Secoelho.

camila chaves disse...

aaah! gostei muito do teu blog, seane, e do teu jeito de escrever. gosto de textos que dialogam. eles são, necessariamente fruto de mentes ferteis. sou apaixonada por esse estilo de escrita mas nunca tentei fazer. vou ficar de olho por aqui pra ver se exerço mais isso. rs. "tipo..." vou te adicionar ao meu. beijo =)

' Miih. disse...

Gostei mesmo do seu blog. Linda música e os outros posts. Beeijô.

Glaucione disse...

Poxa.. gostei mesmo do teu blog "seco" hehehe
muito espontaneo e me sinto conversando ctg
já te add nos meu coleguinhoss!!
bjosss

Dani^^ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gato de Schrödinger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gato de Schrödinger disse...

Obrigado pelos seus comentários deveras espontâneos, srta. Secoelho. Eles são sempre muito importantes para um velho gato metafísico.

Mas faltou tu dizeres o que achaste da crônica do cachorro. Só o comentário de Douglas Adams não vale.

Beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...