quarta-feira, 16 de março de 2011

Não confie em beijos


"Sabe, querido, hesitei em escrever essa carta, mas se o faço é por você. Sei que pode não ter acabado bem e que grande parcela dessa culpa seja minha, mas não posso deixar de ignorar os seus últimos comentários. Ouvir dizer a boca miúda, que você já ama. Apesar dos meus erros e das minhas escolhas, confesso que isso dói em mim. Até pouco, ainda me ressentia bastante pensando que amava você. Evitei muitos caras, um pouco por medo de ser ruim devido aos meus sentimentos por você, um pouco por medo de gostar e descobrir que podia estar enganada quanto a esse amor há um bom tempo. Mas um rapaz, confesso, me tentou e eu sucumbi. Tentei protelar o momento do beijo, mas, num momento em que estava distraída com a conversa, ele simplesmente me beijou. E não foi estranho, não foi insosso, não foi sem graça! Foi doce, foi gostoso, porra, dá vontade de beijar o cara só de lembrar. Imaginei que talvez ele pudesse ser seu substituto, mas não quis contratar sem ter feito a seleção com o restante. Dei sorte! Cinco dentre cinco beijavam absolutamente bem. Uns com um beijo que mais parecia um toque de seda sobre a pele, outros com uma língua exploradora e umas puxadinhas leves no cabelo, todos bons. Conclui que não te amava mais e que poderia ser feliz. Até ouvir falar desta que hoje você diz amar. O beijo dela deve ser bom. Deve beijá-la sem culpa, sem obrigações com um susposto sentimento por mim e com aquela vontade de levar aquilo para algo mais. Talvez você ainda não tenha entendido o porquê desta carta. Mas é simples, querido. Beijos não falam, eles enganam. Não pense que não me ama. Você não sabe, da mesma forma que nunca saberei". 

5 comentários:

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
camila chaves disse...

Tsc! Que pancada.

Confesso que não sei se o que acho mais estranho é te ver escrevendo assim ou sentir uma coisa muita boa ao te ler.

Talvez nem estranho seja, somente identificação.

P.S.: estive tão relapsa que há séculos não passo por aqui. Vou já revirar tuas palavras.

hotticket disse...

Nossa fazia tempo que eu não passava aqui e sabe o que eu acho??? ADOREI!
Bjks

dorothylee disse...

Ei, curti!
Chega a ser engraçado como nos sufocamos engaiolados em relacionamentos pra que depois, livres e desempedidos, hesitemos diante da liberdade de experimentar de todas as fontes.
Como eu sempre digo: Basta ter iniciativa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...