terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Como (não) conquistar um homem




Técnicas para pessoas completamente desprovidas de discernimento na arte da paquera


- Eu queria te contar uma coisa.

- O quê?

- Ah, tu meio que já sabe...

- Hm.

- É que tô na tua, eu gosto de ti.

- ...

- Quer dizer, não gosto. Assim, não amo. Não que eu não pudesse amar. Mas é que esse papo de amor é meio freak. Nóssa, esse papo de gostar também é, né?

- Cara...

- Não, eu tô te falando isso porque eu não quero que tu pense que eu sou fácil. Não sou. Quer dizer, acho essa história de ser fácil um saco. Na real, ficaria contigo desde o primeiro dia em que te vi. Mas não tô com papo de amor à primeira vista. Nem acho que isso foi recíproco. E não significa que a gente tem que casar. Nóssaa, falei a palavra com C. É agora que tu sai correndo?

- Érr...

- Não, eu não tô conseguindo dizer o que eu quero! Quero dizer que eu quero ficar contigo, transar e tudo mais. Que eu te acho muito interessante e tenho certeza que vai ser bom. Quero dizer, espero que seja. Acho que tu deve ter a minha pegada. Blé, enfim. É que eu queria ficar contigo mais vezes. Mas, nãooo... não quero nada sério, eu saco toda a situação. Acho que saco a tua vibe, solteiro e tal. Que merda! É só que eu não gosto de não saber o que vai rolar depois...

- Cara, relaxa...

- Tá, acho que eu preciso, né? Desculpa por falar tudo isso. A gente se vê amanhã!

- Tá certo. Eu te ligo.

5 comentários:

Sandra disse...

E a moça continua sozinha. Muito dramático e divertido, embora sejam sentimentos contraditorios.

Anônimo disse...

Secoelho, você é linda e muito carismática. Sou seu admirador secreto.

Anônimo disse...

Querida,

Você traduz em seus textos o que eu sinto sempre, todos os dias! A tal da indefinição, a insegurança, os estágios pelos quais passamos e o desejo escondido de mostrar o quanto queremos só um pouquinho mais! rs

Beijos

K.

Seane Melo disse...

Olá,

Que bom que você partilha esses sentimentos comigo. Sempre me sinto bem quando alguém diz ou escreve algo assim. É como colocar o primeiro pedaço de uma torta de chocolate na boca!

Agora, tenho duas coisas a dizer: 1. acho essa história de admirador secreto bem estranha. 2. Gostei da assinatura. Pode me explicar o porquê do K?

Rayan Braúna disse...

Que tal mudar o nome do texto para "Como (Não) conquistar um garoto"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...